24 junho, 2016

Milão - Parte II

Bom dia meus amores,

Hoje tenho que fazer aqui uma introdução maior que o habitual, tenho duas coisas a dizer:

1. Já somos 100 aqui no blog, muito, muito obrigada pelo vosso apoio constante! :)
2. Os vossos comentários cheios de apoio e energia positiva em relação ao post anterior foram fantásticos, muito obrigada pelo apoio e pelas palavras!

Agora sim, vamos aos últimos dois dias da viagem a Milão.

Este penúltimo dia em Milão foi aproveitado ao máximo. Saímos do hotel eram 9:00h e fomos diretos para a paragem do autocarro em frente ao hotel, para irmos até ao centro de Milão onde se encontra a estação de metro.

O metro em Milão é muito idêntico ao nosso em Portugal, ou seja, é simples de perceber as linhas e paragens.

Imagem Google
Aqui parece muito assustador, mas é simples. Existem 4 linhas de metro - verde, amarela, vermelha e lilás. O centro histórico está praticamente na linha amarela e vermelha, onde se encontra o Duomo e a zona de Navigli - que falarei mais daqui a pouco - fica no eixo da linha verde.
Continuando, em relação a valores, nós compramos o bilhete urbano - 1,50€ - que representa uma viagem, onde durante 90 minutos ao sair do metro podemos apanhar o autocarro e também funciona, fantástico.



Nesse dia nós apanhamos o metro em SanBabila, uma estação antes do Duomo, e fomos até ao fim da linha lilás, SanSiro Stadium, já podem imaginar onde fui? Pois é, estádio do ACMilan e do InterdeMilan, a namorada sofre...




Quase, quase tocámos na relva...


"Foi um jogo fácil, ganhámos claro": Eu, treinadora


No balneário do ACMilan. Os bancos são bastante confortáveis, estava bem ali sentada.


No balneário do InterdeMilan, a divertir-me com o telemóvel...








Ao entrar no estádio - e pagar bilhete - tivemos direito a ver o museu dos dois clubes, ACMilan e InterdeMilan, pois é um estádio para dois clubes.
Na minha opinião, que não percebo quase nada de futebol, o estádio é bonito mas o Estádio da Luz é tão mais lindo, luminoso, fofinho e maravilhoso do que este :) hehe

Bom, ao sair do estádio fomos novamente para o metro e desta vez fomos até ao Parco Sempione. Compramos uma fatia de pizza - enorme - com uma bebida e fomos almoçar para o jardim.

Este jardim tem alguma história. Na idade média este era o jardim da família Visconti, onde ainda tem o castelo que foi restaurado no século XIX. Podemos passear por todo o jardim, que tem uma área verde enorme e fantástica. O tempo começou a melhorar e o sol decidiu aparecer, o que foi maravilhoso.


Ao fundo fica o castelo que falei em cima.




Estavam a ensaiar um número de luta com alunos de uma escola, foi super divertido.








O jardim é magnifico, com lagos para os patos e outras aves, com áreas verdes enormes, onde só apetece fazer um pic-nic, adorei.

Saímos do jardim e fomos dar com o Arco della pace - Arco da Paz, que fica mesmo em linha recta com o castelo.


Este arco foi construído com o objectivo de comemorar as vitória napoleanas, com uma arquitectura linda.




 Continuamos a andar, e andamos bastante que até nos perdemos, pois gostávamos de ir ao famoso cemitério monumental.
Parece um bocadinho mórbido, eu sei, mas é um dos pontos turísticos de Milão.


Este é o monumento principal, que está logo á entrada do cemitério, e é onde as personagens mais ilustres da história italiana, que morreram em Milão ficam sepultadas.


 As campas neste cemitério são fantásticas. Nós estivemos lá muito tempo e nem conseguimos ver metade.











Bom e é isto, tem campas fabulosas. Mas tínhamos que ir, pois já estava a chegar a hora do jantar.

Apanhamos o eléctrico e fomos direitos ao hotel, até que reparo na loja da Victoria'secret...lá teve que ser :) :)


 Porquê que ainda não existe uma em Portugal - sem ser no aeroporto ?

Depois disto, fomos ao hotel refrescar e fomos jantar.


Fomos até Navigli, é a zona junto ao canal do rio e é onde existem os bares de Milão. Não conseguimos passear muito pela zona, pois estávamos de rastos do dia todo a andar. Mas é lindo de noite, com os barcos a passar no canal e as ruas cheias. 
Esta pizza, foi uma das melhores que já comi.
Uma curiosidade dos restaurantes em Milão, paga-se por comer na esplanada - 2€ por pessoa. 

De seguida, com a barriguinha cheia fomos dormir para o hotel.

Como este post está a ficar enorme, não vou pormenorizar muito o último dia, pois foi apenas passear mais um bocadinho pelo Duomo, ver lojas, comprar lembranças e embarcar.





Concluindo, adorei a cidade de Milão. As pessoas, as ruas, a comida e a moda são fantásticas. Adorei a energia da cidade e gostava de lá voltar, pois não tivemos muita sorte com o tempo mas tudo se resolveu.

Espero que tenham gostado :) 

Instagram * Não percas as novidades 


«Há ocasiões em que o silêncio é ouro, mas há outras em que é pura covardia.»
 John Blanchard






 



17 junho, 2016

Quando foste tu que te despedis-te

Bom dia meus amores,
o post de hoje vem um bocadinho mais tarde que o habitual, estive a pensar se escrevia sobre o assunto, o que escrevia e como o fazia.

Como já devem ter percebido pelo título, esta semana despedi-me do trabalho que tinha.
Não é muito normal nos tempos que correm alguém fazer tal parvoeira, aliás a pergunta que devem estar a fazer é, onde vou arranjar outro emprego (?) Pois meus amores, também não sei responder a essa pergunta...

Esta minha decisão não foi tomada da noite para o dia, foi pensada e bem pensada. Foi falada com a família, e foi planeada, porque não nos podemos dar ao "luxo" de o fazer assim...num estalar de dedos - percebem?

Estava num emprego que se calhar é o emprego de sonho de muita gente: Não tinha horários, não tinha que dar justificações a ninguém, apenas tinha que mostrar vendas, não estava fechada num escritório...bom á primeira vista era o emprego de sonho.

E foi durante 2 anos, depois a empresa começou a crescer e eu comecei a não conseguir acompanhar o ritmo - comecei a estudar, como sabem para voltar a entrar na faculdade - e se há coisa que eu não gosto é de saber que não estou a dar 100 % de mim ao meu trabalho e ver que estou a ficar para trás.

Durante praticamente 2 meses já andava a bater com a cabeça nas paredes, a analisar a minha situação de dia para dia e foi aí, por essa altura, que decidi que não dava mais. Tenho um lema "se 'tás mal, muda-te" e foi por aí.
Fiz o exame de acesso á faculdade e no dia seguinte fui-me despedir.

Não foi fácil, pois ninguém estava á espera de tal coisa, mas internamente eu sabia que o dia de me mandarem embora estava a chegar...

Resumindo, aquele emprego não era o que queria para o resto da vida e nós temos é que ir atras dos nossos sonhos, daquilo que nos faz acordar da cama com um sorriso no rosto e ir a cantar para o trabalho - mundo da Disney.
E o meu objectivo é entrar na faculdade, nestes tempos percebi que não posso pensar tanto naquilo que os outros acham ser melhor para mim, e no que acham que eu deveria fazer se não me faz feliz. Sei que os tempos que correm não estão para isso, não nos podemos dar ao luxo de "escolher", mas temos que tentar, quem sabe. Quem sabe se não farei aquilo que gosto para o resto da vida? 

Não quero desperdiçar a minha vida com stresses, com angústias e com "e se?"... Temos que ir atras do que nos faz feliz, nem que para isso tenhamos que andar 5 passos para trás, isso só vai dar o impulso que faltava para chegar onde queremos.

Temos que pensar que temos sempre pessoas no nosso lado que gostam de nós e que temos que ir para a frente, pensar positivo e ir feliz porque é para lá que queremos ir.


Pinterest
...
Isto foi só um pequeno desabafo das novidades desta semana

Instagram


«O sol é para as flores o que os sorrisos são para a humanidade.»
 Joseph Addison



15 junho, 2016

Bom dia meus amores,
primeiro quero agradecer os vossos comentários fantásticos no post anterior sobre a mudança de visual aqui do blog :) Vocês são os maiores!

Hoje decidi partilhar convosco a viagem que fiz o mês passado a Itália, mas propriamente a Milão - Capital da moda, oh yeah.

Embarcamos no dia 11 de Maio em direcção a Milão, a viagem foram 2 horas certinhas. Aterramos no aeroporto de Malpensa por volta das 16h locais, a diferença horária é de apenas uma hora a mais.

Ao chegar lá chovia imenso e com muito vento.
Não tivemos muita sorte com o tempo, mas aproveitamos á mesma, com algumas gripes pelo caminho, mas já lá vamos...


Como viajamos em low-cost pela EasyJet, saímos no terminal 2 e então, tivemos que apanhar o autocarro desse terminal para o terminal 1 do aeroporto, para assim ser possível ir de comboio até á estação central de Milão. A viagem de comboio durou sensivelmente de 1 hora e ainda tivemos que apanhar um autocarro para o Hotel, pelo que chegámos pelas 19h e já era de noite.



Ficamos num hotel bastante simpático - Hotel Viva Milano - onde desde os empregados, aos quartos e ao pequeno almoço era tudo muito bom e bastante simpático.


Via Giacinto Gallina

Fizemos o check-in a falar um português meio espanhol com um sotaque italiano - era de chorar a rir - e fomos ao quarto deixar as malas para ir jantar.

Tivemos a sorte de ter lá um amigo em Erasmus o que nos facilitou a vida no jantar, pois fomos jantar com ele, um aperitivo, que é nada mais nada menos do que um jantar buffet numa discoteca em que apenas se paga 1€, pois é meus amores, nós comemos tudo o que quisemos e apenas pagamos 1€, mas o problema é que as bebidas...upa upa.

Ao sair do jantar fomos comer um gelado muito bom a uma gelataria e seguimos para o hotel para dormir, pois o dia seguinte era só para passear.


O quarto do hotel não era nenhum luxo mas era bastante simpático. Nessa noite descobri que os estores não funcionavam o que não foi nada agradável...mas tudo se resolve.


No dia seguinte acordámos por volta das 8h - eu acordo com as galinhas quando ando em viagem - vestimo-nos, tomámos o pequeno-almoço e lá fomos nós.
Como o tempo não estava muito amigável para andar muito a pé, apanhamos o autocarro - 54 - e fomos direitos ao centro de Milão - San Babila, onde fica o Duomo



Chegámos a San Babila, onde ficam as galerias das lojas. 



Quando ando em viagem a minha roupa é sempre muito prática:
- Casaco: Berska
- Calças: Stradivarius
- Ténis: Adidas
- Mala: H&M


Chegámos ao Duomo.
Duomo significa praça e é onde se encontra a magnifica catedral de Milão, esta catedral gótica demorou 400 anos a construir, a obra começou em 1386...
A arquitectura e os pormenores da catedral são fantásticos.



Fomos comprar os bilhetes para entrar e ver esta magnífica catedral.



 

Acendemos uma velinha 

Os vitrais eram lindos
 



Fantástico não é? Estávamos boquiabertos com tanta majestosidade...
Tivemos a sorte de não estar a chover e conseguimos passear pelo Duomo e de bisbilhotar algumas lojas...hehe


Aqui fica a magnifica Galeria Vittorio Emanuele. Construída entre 1875 e 1877, foi pensada para ser o corredor chique, onde os burgueses da cidade desfilavam antes dos espectáculos no teatro alla Scala. É também conhecida como o "Salão de Milão" .


É aqui que podemos ver lojas de luxo como Louis Vuitton, Prada, Versace, Tod's...entre outras.
Existem também cafés e restaurantes históricos.
Um curiosidade desta galeria é o facto de os nomes de todas as lojas terem que ter o fundo preto com o nome em dourado, é regra e ninguém escapa dela.


Estava a contar os trocos, vi uma mala muito gira na Prada...



A Zara em Milão parece que é um museu, a loja é magnifica com pormenores lindos e são 3 andares.


Ao pegar na primeira peça de roupa na Zara vejo que é Made in Portugal, tive que tirar foto, hehe




Estava na loja da Mercedes, just chillin'..

Depois do passeio almoçamos uma pizza, porque lá tinha que ser, e começou a chover torrencialmente e com trovoada incluída, pelo que fomos para o hotel. 

Essa tarde foi passada a ver Simpsons e CSI com dobragem em Italiano. Foi bastante divertido como podem imaginar, hehe

Uma gripe chegou e decidimos mesmo ficar a tarde e a noite no hotel, a tomar paracetamol, para no dia seguinte estarmos muito melhor, e foi isso que aconteceu.

... Continua ...

Foram assim os dois primeiros dias em Milão.
Vou dividir a viagem em dois post para não ficar muito grande, por isso não percam para a semana o final da minha viagem a Milão :)


Já alguém foi a Milão? O que acharam? 


Instagram * Não percas as novidades

«Quanto mais inteligente é um homem, mais originalidade ele descobre nos homens. Pessoas ordinárias não descobrem nenhuma diferença entre eles.»
 Blaise Pascal,1623 - 1662, matemático, físico e filósofo francês